Concurso 2017: Saiu o edital do IBGE para recenseador com 24.984 vagas

A Fundação Getúlio Vargas divulgou o segundo edital do processo seletivo do IBGE. Agora, são 26.023 vagas abertas para candidatos de nível fundamental, médio e superior para a realização do Censo Agropecuário. São 18.845 vagas para Recenseadores.

Saiu o segundo edital. O IBGE divulgou no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 24 de abril, o edital nº 02/2017 que abre 24.984 vagas temporárias para cargos de níveis fundamental e médio em cargos de Agente Censitário e Recenseador para realização do próximo Censo Agropecuário. Juntamente com o edital 01/2017, que tem 1.039 vagas, as duas seleções abertas no órgão somam agora 26.023 vagas para atuação em todos os estados do país.

As seleções estão a cargo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), e tem reserva de 5% das vagas para as pessoas com deficiência e 20% para os candidatos negros e pardos.

São 18.845 vagas para Recenseadores, função que tem requisito de ensino fundamental completo e remuneração por produção, calculada por setor censitário, com base nas quantidades de unidades de estabelecimentos agropecuários recenseados. São ainda 1.272 vagas para Agente Censitário Municipal, de nível médio, que tem salário de R$ 1.900,00; e 4.867 vagas para Agente Censitário Supervisor, que também exige ensino médio e tem rendimentos de R$ 1.600,00. Somente para as funções de Agente Censitário Municipal (ACM) e Agente Censitário Supervisor (ACS), o contratado fará jus ao auxílio alimentação de R$ 458,00, auxílio transporte, assim como férias e 13º salário proporcionais – veja o edital 02/2017.

Para as funções de Agente, a jornada de trabalho será de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Já para Recenseador, a jornada de trabalho recomendável é de, no mínimo, 25 horas semanais, além da participação integral e obrigatória no treinamento. A previsão de duração dos contratos é de até 7 meses para as funções de Agente Censitário Municipal e Agente Censitário Supervisor e será de até 5 meses para Recenseadores.

As inscrições para os cargos do edital 02/2017 devem ser feitas de 24 de abril a 23 de maio de 2017, via internet, no endereço eletrônico da FGV – www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/ibge-pss. A taxa de inscrição será de R$ 22,00 para Recenseadores e de R$ R$ 39,50 para Agentes. No ato da inscrição, o candidato deverá manifestar sua opção de função e UF/Posto de Coleta ou UF/Área de Trabalho, em que deseja concorrer à vaga, e também, a UF/Posto de Coleta ou UF/Área de Trabalho onde realizará a prova, de acordo com o especificado no Anexo III do edital.

A seleção terá prova objetiva com 50 questões de língua portuguesa, raciocínio lógico quantitativo, noções de administração/ situações gerenciais e conhecimentos técnicos para as funções de Agente Censitário Municipal e Agente Censitário Supervisor e constará de 40 questões de língua portuguesa, matemática e conhecimentos técnicos para a função de Recenseador.

A prova objetiva será realizada no dia 16 de julho de 2017, das 13h às 17h, horário oficial de Brasília-DF, em locais que serão divulgados no endereço eletrônico da FGV no dia 10 de julho. O gabarito oficial preliminar será divulgado no site do certame no dia 18 de julho e o gabarito definitivo com os resultados das provas sairá em 31 de agosto de 2017.

Edital nº 01/2017 – O primeiro edital do processo seletivo aberto pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) teve uma retificação publicada. Agora, a seleção tem 1.039 vagas abertas de nível médio e superior para a contratação temporária de servidores para atuação no próximo censo agropecuário.

O edital 01/2017 soma 1.039 vagas, sendo 171 para Analista Censitário, 344 para Agente Censitário Administrativo, 174 para Agente Censitário de Informática e 350 para Agente Censitário Regional.

Para Analistas, cargo de nível superior, a remuneração inicial será de R$ 4.000,00. Para os demais cargos a exigência é de formação de nível médio, com salários de R$ 1.500,00 para Agente Censitário Administrativo, R$ 1.700,00 para Agente Censitário de Informática e de R$ 2.500,00 para Agente Censitário Regional. Além do salário, os contratados terão auxílio alimentação mensal de R$ 458,00, auxílio transporte, férias e 13º salário, por jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Para Analistas Censitários, há vagas nas áreas de Agronomia, Análise de Sistemas (Desenvolvimento de Aplicações, Web Mobile, Suporte à Comunicação e Rede, Suporte à Produção e Suporte Operacional e de Tecnologia), Análise Socioeconômica, Biblioteconomia e Documentação, Ciências Contábeis, Geoprocessamento, Gestão e Infraestrutura, Jornalismo, Logística, Métodos Quantitativos, Produção Gráfica/ Editorial, Programação Visual/ Webdesign e Recursos Humanos. A distribuição das vagas por estado/cidade está no anexo III do edital IBGE 01/2017.

Os contratos terão vigência de trinta dias, podendo ser sucessivamente prorrogados de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. A previsão de duração dos contratos é de até 13 meses para a função de Analista Censitário, 10 meses para a função de Agente Censitário Administrativo, 9 meses para Agente Censitário Regional e de 7 meses para Agente Censitário de Informática.

As inscrições na seleção regida pelo edital 01/2017 seguem abertas até as 23h59 do dia 09 de maio de 2017, via internet, no endereço eletrônico da FGV – www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/ibge-pss. A taxa de inscrição vai de R$ 27,00 a R$ 78,00.

O processo seletivo terá prova objetiva com 50 questões de língua portuguesa, conhecimentos específicos, raciocínio lógico quantitativo, noções de administração e situações gerenciais e noções de informática, dependendo do cargo. A prova objetiva será realizada nas cidades previstas no Anexo III do edital, no dia 02 de julho de 2017, das 13h às 17h, horário oficial de Brasília-DF, em locais a serem divulgados no dia 26 de junho.

Do Censo – O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão autorizou no dia 17 de março, a contratação de 26.010 pessoas para a realização do próximo Censo Agropecuário que acontecerá em todos os estados do país. Segundo a Portaria de Nº 45, o prazo de duração dos contratos será de até um ano, com possibilidade de prorrogação até o limite máximo de três anos, desde que a prorrogação seja devidamente justificada, com base nas necessidades de conclusão das atividades.

A publicação da Lei Orçamentária Anual de 2017 já havia informado das previsões de arrecadação oriundas do pagamento das taxas de participação dos candidatos interessados nas vagas que serão novamente disponibilizadas pelo IBGE. A previsão inicial era da abertura de 82.050 vagas para a realização do próximo Censo Agropecuário, que já aconteceria por meio dos seletivos que haviam sido aprovados pelo Ministério do Planejamento em 2015, para realização no ano de 2016. Uma das seleções, já estava, inclusive em andamento, para 1.409 vagas, porém cortes no orçamento da União culminaram em seu cancelamento. Agora, as seleções foram retomadas.

Salários – Segundo a tabela vigente de remunerações que o IBGE divulgou, o Analista Censitário, cargo de nível superior, terá vencimentos de R$ 4.000,00. Já para os cargos de nível médio, a remuneração será de R$ 2.500,00 para Agente Censitário Regional; R$ 1.500,00 para Agente Censitário Administrativo, R$ 1.900,00 para Agente Censitário Municipal, R$ 1.700,00 para Agente Censitário de Informática e de R$ 1.600,00 para Agente Censitário Supervisor. Já a função de Recenseador tem requisito de ensino fundamental completo e os salários serão variáveis de acordo com o número de domicílios pesquisados, por produção (veja abaixo).

Veja a tabela de salários dos cargos efetivos do IBGE.

Veja a distribuição das vagas anunciada pelo IBGE em seu site, para todos os cargos abertos nos dois processos seletivos:

Concurso 2017: Saiu o edital do IBGE para recenseador com 24.984 vagas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *